Alfredo Chaves recebe titulo de Capital Nacional do Inhame

0
236

{76E2CC4B-02BB-7ABA-CD7B-AEBCB833B5D0} 2 ok

Alfredo Chaves sediou na última sexta-feira (06), um evento no campo do agronegócio muito importante para o município.  Foi no distrito de São Bento de Urânia que aconteceu o II Encontro Estadual dos Produtores de Inhame. Alfredo Chaves juntamente com os municípios de Domingos Martins, Marechal Floriano, Vargem Alta, Venda Nova, Castelo receberam a indicação geográfica na produção do tubérculo no Brasil.

Várias autoridades estaduais e da região serrana marcaram presença.  O município esteve representado pelo Vice prefeito, Laerte Volponi, o secretário de Agricultura, Leandro Benincá Sartori e pelos técnicos do Incaper local, Alciro Lamão e João Medeiros.

O gerente de agroecologia e produção vegetal da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), Marcus Magalhães, destacou que é motivo de orgulho para o Estado ser reconhecida como a capital nacional do inhame. “A diversificação da base agrícola no Espírito Santo faz do Estado forte na produção agrícola no presente e no futuro. O dever de casa da Seag tem sido feito, que é buscar a diversificação da produção agrícola como base desenvolvimento sustentável no campo”.

Durante o II Encontro Estadual dos Produtores de Inhame, o diretor executivo da Associação dos Produtores de Inhame São Bento do Espírito Santo (Apisbes), Jandir Gratieri, apresentou estudos feitos por ele e falou da importância da Indicação Geográfica do tubérculo como se fosse um oscar.

Demais pesquisadores e auditores fiscais federais explanaram sobre os resultados obtidos nas pesquisas e a legislação das sementes e mudas.

A Indicação Geográfica (IG) é concedido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e usada para identificar a origem de produtos ou serviços quando o local tenha se tornado conhecido ou quando determinada característica ou qualidade do produto ou serviço se deve a sua origem.

Inhame em São Bento: Na região de São Bento de Urânia se concentra uma das maiores produções do tubérculo do País, sendo o maior produtor do Estado, em torno de 30 mil toneladas/ano.

Fonte: Incaper

LEAVE A REPLY