Falta de oxigênio na água causou a morte de milhares de peixes em Vila Velha, diz Iema

Falta de oxigênio na água causou a morte de milhares de peixes em Vila Velha, diz IemaOs milhares de peixes que foram encontrados mortos às margens do Rio Jucu, na manhã desta terça-feira (25), morreram devido à redução nos níveis de oxigênio na água. A informação é do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema).

Técnicos do Iema, da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) e da Prefeitura de Vila Velha estiveram às margens do Rio Jucu onde os peixes foram encontrados e realizaram análises na água no trecho compreendido entre a Ponte da Madalena e a Foz.

O Iema informou também que o Departamento de Estradas de Rodagem do Espírito Santo (DER-ES) já está adotando os procedimentos administrativos para a reabertura da foz do Rio Jucu. Já a prefeitura de Vila Velha irá fazer a remoção do material e enviar os peixes para aterro licenciado.

Moradores informaram que as mortes começaram no último sábado (22) e eles acreditam que o problema foi causado pelo baixo volume de água do rio. Entre as espécies mortas, foi identificada grande quantidade de bagres.

Fonte: Folha Vitória