Mais de três mil vagas de emprego temporário nas lojas da Glória para o fim de ano

Mais de três mil vagas de emprego temporário nas lojas da Glória para o fim de ano

As festas de final de ano se aproximam e os empresários estão confiantes no aumento das vendas e, com isso, abrem a temporada de contratação temporária para vagas de trabalho. De acordo com o tesoureiro da Uniglória, Helvécio Quintão, as 1.200 lojas estão ofertando até três mil vagas temporárias.

O que inicialmente é uma vaga temporária, ela pode se tornar definitiva. Mas, como a procura ainda é maior que a oferta, é bom ficar atento a algumas condições que podem ampliar as chances no mercado.

O empresário Andre Busato que é dono de uma loja de moda masculina está ansioso para faturar no fim do ano. Ele está com vagas de trabalho abertas, mas não quer saber de aventureiros e explica o que quer em um candidato à vaga de emprego.

“Simpatia, postura, responsabilidade, alguma experiência porque, querendo ou não, é um período mais movimentado no comércio e a gente sempre está buscando uma pessoa com um pouco mais de experiência para agilizar o processo de treinamento”.

O consultor em Recursos Humanos, Leonardo Amorim, diz que o perfil do emprego temporário mudou com a crise. Para ele, conquista uma vaga quem tem currículo, vontade, otimismo e adaptação.

“A maioria das vagas temporárias as vezes é aberta por pequenos empregadores. Então às vezes alguns deles contratam pessoas que entregam seus currículos pessoalmente”.

Fonte: Folha Vitória