Moradores depredam carros e lojas após morte de adolescente em Vitória

Moradores depredam carros e lojas após morte de adolescente em Vitória
Após um adolescente ser baleado e morto no Bairro da Penha, em Vitória, moradores da região se revoltaram e desceram até a avenida Leitão da Silva e jogaram pedras e pedaços de madeiras em lojas e carros.
Um veículo dos Correios, que passava pela avenida, foi depredado e teve malotes roubados. Um outro veículo foi incendiado. Do carro dos Correios foram levados malotes de documentos do Tribunal de Justiça do Espírito Santo.
A Polícia Militar informou que a ação é um protesto dos moradores de Itararé, porque um adolescente morreu durante um confronto com policiais no bairro.
Segunda a polícia, no momento da abordagem, o adolescente, identificado como Wenderson de Souza Pereira, estava traficando drogas e resolveu reagir à voz de prisão. Ele entrou em luta corporal com um dos policiais e tentou tomar a arma do PM. Durante o embate, ele foi baleado. O policial chegou q ser ferido no supercílio durante a briga.
Ele era morador do Beco do Estrela, no Bairro da Penha, e tinha passagens na polícia por tráfico de drogas, desacato e resistência.
De acordo com os comerciantes, os estabelecimentos estão fechados porque todas as lojas viraram alvo e começaram a serem atacadas pelos jovens que atiravam pedras e pedaços de madeira. Ainda segundo os lojistas, a ação seria uma tentativa de impor toque de recolher na região.
BME
O Batalhão de Missões Especiais (BME) foi acionado para desobstruir as vias fechadas por moradores no bairro Itararé. Os manifestantes colocaram fogo em pneus para impedir a passagem de veículos.
Sesp
Procurada pela reportagem, a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) afirmou que a ocorrência está em andamento.
Correios
Os Correios informam que, por questões de sigilo postal, não podem informar que tipo de documentos foram roubados. O caso será tratado diretamente com o órgão envolvido. A empresa aguarda a apuração dos fatos pela polícia.

Fonte: Gazeta Online