Suspeito de assassinar jovem nos fundos de terminal em Cariacica é preso

Suspeito de assassinar jovem nos fundos de terminal em Cariacica é preso

Foi preso na última quarta-feira (19), o suspeito de assassinar o jovem Maikon Cremonini de Araújo, de 23 anos. Michael da Silva Cardoso, também de 23 anos, foi preso em flagrante no bairro Mucuri, em Cariacica.

De acordo com a Polícia Militar, com ele foram encontrados dois revólveres calibre 38, diversas munições, além de 250 gramas de crack, 500 gramas de maconha, papelotes de cocaína e material para refino da droga. Ele foi autuado pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e receptação pela segunda vez, tráfico de drogas e posse de apetrechos para o tráfico de drogas.

Durante o interrogatório, Michael confessou os crimes e a autoria do homicídio qualificado, em que era investigado. O suspeito informou que atraiu a vítima (Maikon) utilizando o perfil de sua namorada em uma rede social, conversou com ele como se fosse a namorada e marcou um encontro amoroso no local onde aconteceu o crime.

Segundo a mãe de Maikon, o filho teria conhecido a jovem em uma festa e, a partir de então, os dois começaram a conversar, mas não havia nenhum tipo de relacionamento. “Eles se conheceram por telefone e começaram a conversar, mas não tinham nenhum caso. Esse seria o primeiro encontro deles, que na verdade foi uma armadilha do marido dela para pegar meu filho. Quero ver ele apodrecer na cadeia”, desabafa.

Crime

Suspeito de assassinar jovem nos fundos de terminal em Cariacica é presoO crime aconteceu na madrugada do dia 02 de setembro, nos fundos do Terminal de Jardim América, em Cariacica. Maikon foi surpreendido quando esperava uma mulher, que seria a esposa de Michael.

Segundo a polícia, os dois discutiram e o suspeito acabou efetuando três tiros contra Maikon. Após os disparos, o vigilante de uma empresa da região chamou o Samu. A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Antônio Bezerra de Feria, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Fonte: Folha Vitória