Consórcio de Saúde Expandida Sul na mira das investigações do MPES

Com informações preliminares, nesta tarde de sexta-feira (08/02), em ação, supostamente coordenada pelo Ministério Público do Espírito (MPES) e suporte das Polícias Civil de Anchieta e Piúma, conduziram servidores do Consórcio de Saúde Expandida Sul (CIM) para prestarem depoimentos na delegacia de Piúma, cidade sede do consórcio que atende os municípios de Anchieta, Piúma, Itapemirim, Marataízes, Iconha, Rio Novo do Sul e Guarapari.

Segundo informações extra oficial, a ex- secretária executiva do CIM e uma servidora pública do município de Piúma, são as principais miras da suposta ação de hoje. A servidora pública, supostamente, movimentou cerca de 1 Milhão em sua empresa que presta serviços ao consórcio.

Após apuração dos fatos, confirmamos a presença de vários homens vestidos de preto na sede do CIM nesta tarde. Tentamos contato com o Delegado, mas ele informou que não estava autorizado a comentar sobre o assunto.

Denúncias das Câmaras de Vereadores

Em contato com o vereador de Piúma, Eliezer Dias, ele confirmou que várias denúncias foram apresentadas pelos vereadores no MPES. “Um grande investimento do dinheiro público foi aplicado e não conseguimos obter resultados na saúde do município” disparou Eliezer. O vereador confirmou ainda, a existência de diversas trocas de informações entre os vereadores de Piúma e Anchieta.

Em Anchieta, o vereador Professor Robinho, fez vários pedidos de informações à Secretária Municipal de Saúde, visto que o município possui um crédito com o consórcio de cerca de R$ 800 mil e não usufrui do investimento. O vereador por diversas vezes, durante o ano de 2017, tentou por diversos meios uma possível devolução do dinheiro aos cofres públicos, mas não obteve êxito e nem solução para o impasse.

Site da Cim Expandida Sul indica os nomes de Thiago Peçanha (Prefeito de Itapemirim) e Fabrício Petri (Prefeito de Anchieta) como presidente e vice respectivamente.
Site da Cim Expandida Sul indica os nomes de Thiago Peçanha (Prefeito de Itapemirim) e Fabrício Petri (Prefeito de Anchieta) como presidente e vice respectivamente.

Mais informações a qualquer momento e dentro do possível, visto que não podemos atrapalhar as investigações em curso.