EXTRA: Câmara de Piúma acaba de aprovar abertura de CPI no Consórcio Intermunicipal de Saúde Expandida Sul

A Câmara Municipal de Piúma aprovou na noite nesta quarta-feira (13), por unanimidade dos votos, a abertura de uma Comissão Especial Parlamentar de Inquérito (CPI) para que seja investigada eventuais irregularidades cometidas pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde CIM Expandida Sul que atende os municípios de Guarapari,  Anchieta, Alfredo Chaves, Piúma,  Iconha, Rio Novo do Sul, Piúma, Itapemirim e Marataízes.

No requerimento, assinados pelos vereadores Eliezer Dias, Joel Alves e Bernadete Calenzani, e protocolada na tarde desta terça-feira (12), foram apontados possíveis ausências de transparência; repasses de recursos públicos sem autorização legal; ilegalidade na contratação de serviços, de empresas, de gastos dos recursos públicos provenientes de convênios, entre outros.

- Continue lendo após a Publicidade -
  • Aryabe Café - Anchieta ES
  • Med Sênior - Anchieta ES

Entenda o caso
Em ação coordenada pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES), na ultima sexta-feira (08), as polícias civis de Anchieta e Piúma apreenderam celulares, notebooks, entre outros pertences de ex- servidores do CIM e da Secretária Municipal de Saúde do munícipio de Piúma. Eles também foram conduzidos para prestarem depoimentos na delegacia. Nesta ação , estavam na principal mira das investigações a ex-secretária executiva e uma servidora pública do município, apontada como propriedade de uma empresa que supostamente movimentou cerca de R$ 1 Milhão em 2018.

Foram confirmadas que houveram trocas de informações durante o ano de 2018 entre os vereadores de Piúma e Anchieta. Com a aprovação, outros municípios que fazem parte do Consórcio CIM poderão trabalhar as informações integradas e possivelmente novas CPI’s serem abertas.

Confira também!