Morre vendedor de picolé que foi jogado dentro de córrego em Cachoeiro

Altino Machado, de 57 anos, ficou cinco dias internado na Santa Casa de Misericórdia

Morre vendedor de picolé que foi jogado dentro de córrego em Cachoeiro
Morre vendedor de picolé que foi jogado dentro de córrego em Cachoeiro

vendedor de picolé Altino Machado, de 57 anos, faleceu neste domingo (02). Ele estava internado na Santa Casa de Misericórdia desde a última terça-feira (27) quando foi empurrado por uma mulher dentro de um córrego no bairro Coramara, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado.

A briga teria ocorrido após a vítima cobrar uma dívida de dois picolés. Na ocasião, o caso foi encaminhado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) sob a responsabilidade do delegado Felipe Vivas que chegou a ouvir a suspeita, uma mulher de 32 anos.

“Ela disse que eles estavam bebendo e que começaram a discutir por causa de dois picolés que ela tinha pego, mas disse que não tinha dinheiro para pagar. Até que, no final das contas, ficaram uns três minutos em luta corporal e ela empurrou ele no córrego. Como o crime é de lesão corporal, foi encaminhado para a Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) e ela vai responder em liberdade, a princípio”, explicou o delegado Vivas.”

As investigações seguem e agora a suspeita vai responder pela lesão corporal seguida de morte. Ela ainda não foi detida. O corpo de Altino está sendo velado na Capela Mortuária do bairro Coronel Borges, em Cachoeiro de Itapemirim. O horário do sepultamento não foi divulgado.

Fonte: Gazeta online

Confira também!