Preso acusado de atirar em PM

Após 14 horas de perseguição, a polícia conseguiu prender nessa madrugada William Silva Gomes, 20 anos, acusado de participação no assalto a um supermercado no Village da Luz, em Cachoeiro,  que resultou na morte de um suspeito e em um policial militar ferido na tarde desta quarta-feira (05).

Willian, segundo a polícia, foi localizado às 3h desta quinta na casa de seu pai, na zona rural de Monforte Fria, em Conceição de Castelo.

Além do suspeito, a PM também apreendeu três armas, inclusive o revólver usado no assalto e a pistola do policial, que foi roubada pela dupla. As armas estavam enterradas próximo ao local onde o suspeito abandonou a moto, no bairro Valão, em Cachoeiro.

De acordo com o tenente Casagrande, do Grupo de Apoio Operacional (GAO) da PM, a polícia realizou um cerco na região. Ainda, segundo ele, os policias conversaram com o pai do acusado, que permitiu a entrada.

O assalto ocorreu pouco antes de 13 horas dentro do supermercado Dan Lucas. Segundo testemunhas, o soldado Dione Zamboti Cozaqueve estava no interior do comércio, em um pague fácil, quando os bandidos anunciaram o roubo.

Houve troca de tiros. O PM sofreu quatro perfurações, três na barriga e um no ombro. Um dos suspeitos, identificado como Thiago Rizzo,  também foi baleado. Ele ainda tentou escapar, mas caiu da garupa da moto. Foi socorrido e morreu no hospital.

Segundo a Polícia Militar, o quadro do soldado permanece grave, mas estável. Após a cirurgia ontem, ele foi transferido para a unidade de terapia intensiva (UTI) por precaução. Os tiros perfuraram os intestinos delgado e grosso, e também o diafragma.

Fonte: Jornal Fato

Confira também!