Capixaba é convidado para representar o Brasil em campeonato de surf adaptado

Capixaba é convidado para representar o Brasil em campeonato de surf adaptado

O capixaba praticante da modalidade surf deitado Carlos Kill foi selecionado para disputar o Mundial de Surf Adaptado da ISA (International Surfing Association), que ocorre entre os dias 6 e 11 de dezembro, na praia de La Jolla, na Califórnia. No entanto, a falta de dinheiro e patrocínio comprometem o sonho do morador de Cariacica.

Em 2014, Kill disputou o campeonato brasileiro de surf adaptado promovido pela ONG carioca Adaptsruf, na Barra da Tijuca. Já em 2015, o atleta chegou a ser convidado para o mundial, porém, também por falta de patrocínio, ele não conseguiu viajar.
Publicidade

Há dois dias o surfista recebeu uma carta, avisando que ele fazia parte da delegação brasileira no campeonato. Faltando apenas dois meses para a competição,Kill corre contra o tempo para agilizar os documentos necessários e conseguir viajar.

Kill explica que ainda não sabe como vai fazer para arcar com os custos da viagem e que não pediu ajuda até o momento por não ter tirado o passaporte e outros documentos. “Imagina como eu ia ficar se conseguisse bancar a passagem mas não tivesse toda a documentação?”, diz.

O surfista calcula que deve gastar em torno de R$8 mil entre passagens e outros custos. Outro problema enfrentado pelo atleta é o fato de a Federação de Surf do Espírito Santo e nem a Ong, que é sem fins lucrativos, pode ajudá-lo.

Honra em representar o Estado

O atleta comentou que ficou surpreso com o convite para o mundial. “É uma honra ter sido selecionado, estar entre os melhores e representar o Estado e o Brasil na competição”, orgulha-se. Outro fator que motiva Kill a participar do evento é o intercambio cultural que ele poderá fazer, conhecendo atletas de todo o mundo, incluindo Chile e Estados Unidos.

Carlos Kill ficou paraplégico em um acidente de carro. O atleta conta que no mesmo acidente perdeu um amigo e companheiro de surf, mas mesmo assim ele não desistiu do esporte. Os surfistas adaptados americanos Jesse Billauer e Christiaan Bailey são a inspiração para Kill. Eles competem pela federação dos Estados Unidos.

Serviço

Quem quiser ajudar o atleta, pode ligar para os números: 98135462 ou 32542911. Os interessados também podem entrar em contato via Facebook.

FONTE: Gazeta Online