Prefeito de Cachoeiro de Itapemirim alerta para possibilidade de enchente histórica

Prefeito de Cachoeiro de Itapemirim alerta para possibilidade de enchente histórica

O prefeito de Cachoeiro, Carlos Casteglione (PT), fez alerta à população de que a cheia no Rio Itapemirim pode repetir e enchente de 2010, uma das maiores já registradas.

Por volta de meio dia, o rio já estava 3,6 metros acima de seu nível normal, com taxa de elevação de 30 centímetros a cada hora.

Chove muito em municípios da bacia do Itapemirim. Em alguns municípios, a vazão de água está cinco vezes acima do normal. Já há alagamentos em alguns pontos, como o bairro Coronel Borges, e os distritos de Burarama e Coutinho.

A recomendação é para que as populações ribeirinhas fiquem atentas ao rio e que os cidadão evitem transitar de carro pela cidade.

A Defesa Civil Estadual, órgão pertencente ao Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, registra prejuízos em municípios capixabas devido a chuvas.

Os maiores acumulados em milímetros nas últimas 24 horas foram registrados na região. Castelo (122,17), Alegre (120,45), Cachoeiro de Itapemirim (102,06), Guarapari (99,25), Conceição do Castelo (83,8), Mimoso do Sul (79,6), Alfredo Chaves (72,8), Alegre (54,51), Guaçuí (38,17), Laranja da Terra (29,9), Santa Maria De Jetibá (22,68), Afonso Cláudio (21,1), São José do Calçado (20,4). Demais municípios tiveram acumulado inferior a 20 mm nas ultimas 24h.

(Fonte: Pluviômetros CEMADEN).