Missa para celebrar cinco anos de canonização de São José de Anchieta

A Bula Papal de Canonização é mantida no Santuário.

Acontece nesta quarta (03), às 19h, a missa comemorativa aos cinco anos de canonização de São José de Anchieta. A missa, que será presidida pelo reitor do Santuário, padre Nilson Maróstica, acontecerá na igreja do Santuário Nacional de São José de Anchieta. Durante a celebração será apresentada a história de canonização do santo.

Com a canonização de José de Anchieta, ocorrida em 2014, atraiu mais fiéis do Brasil inteiro à cidade de Anchieta, destacando ainda mais a importância cultural e religiosa do município à história nacional. “Com a canonização, a história de São José de Anchieta ganhou mais capítulos e a cidade vem se firmando na rota do turismo religioso do país. O Santuário, com a atual reforma acontecendo, e todo município vem se preparando para receber mais turistas desse segmento”, destaca o prefeito Fabrício Petri.

Segundo informações do Santuário, em 2014, após a canonização, foi enviado ao Santuário a Bula de Canonização, que é o desfecho de um processo que levou mais de 400 anos. É um belíssimo documento, produzido em pele de cabra, com letras bordadas, em que o Papa Francisco decreta, que José de Anchieta tem virtudes que devem ser olhadas por todos os católicos.

A Bula de Canonização é mantida no Santuário, sendo exposta esporadicamente para não se deteriorar devido à luz e à temperatura.

Santo de Casa

São José de Anchieta nasceu em Tenerife, nas Ilhas Canárias (Espanha), em 1534, sendo enviado ao Brasil pela Companhia de Jesus com 19 anos. Em nosso país ajudou a fundar as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro; além de Guarapari e Anchieta, no Espírito Santo. Anchieta teve papel fundamental na unidade do país, em termos de território, língua, cultura e fé, durante as invasões dos franceses. Em 2014, foi canonizado pelo Papa Francisco no dia três de abril.

Serviço

Missa Solene em comemoração aos 5 anos de canonização de São José de Anchieta

Data: 03/04 (4ª feira);

Horário: 19h

Local: Santuário Nacional de Anchieta

 

 

Texto: Dirceu Cetto