ExpoSul Rural movimentou mais de R$ 5 milhões

A ExpoSul Rural 2018 chegou ao fim no domingo (15) com saldo positivo para os expositores.

Foto: Jornal Fato

Durante os cinco dias da feira, houve uma movimentação em negócios de mais de R$ 5 milhões, de acordo com as entidades organizadoras do evento.

Mais de 30 mil pessoas, entre produtores rurais e público em geral, passaram pelo Parque de Exposições Carlos Caiado Barbosa, no bairro Aeroporto.

As modalidades de negócios na ExpoSul dizem respeito às negociações entre expositores e produtores rurais ou de produtores rurais entre si, com vendas expressivas de maquinários e equipamentos, em leilões e em negócios diretos nas exposições de animais como ovinos, gado de leite e corte, bem como na venda direta a consumidores visitantes de itens que incluem artesanato, comida e utensílios de moda.

Há, ainda, as negociações pós-evento. Para boa parte dos expositores, a divulgação dos produtos por meio do contato com produtores rurais é o foco principal da participação. Existem perspectivas de negócios para os próximos 6 ou 8 meses em decorrência da feira.

“O resultado foi acima do esperado. Apostar na ExpoSul Rural valeu muito à pena”, comemora Osvaldir Baioco, proprietário de empresa de equipamentos agrícolas que faturou R$ 160 mil durante a feira e tem perspectiva de alcançar mais R$ 250 mil em negociações pós-evento.

Maior evento do setor agro da região Sul do Espírito Santo, a edição 2018 da ExpoSul Rural contou com a participação de 250 expositores em estandes e outros 150 na Exposição Agropecuária, entre empresas, cooperativas, associações, agroindústrias, escolas e 11 prefeituras (incluindo a de Cachoeiro): Anchieta, Marataízes, Itapemirim, Piúma, Alegre, Castelo, Conceição do Castelo, Vargem Alta, Jerônimo Monteiro e Venda Nova do Imigrante. Outros 19 municípios capixabas compareceram com caravanas.

Mais de 1 mil produtores rurais participaram da programação técnica, o que incluiu palestras, workshops e minicursos, inseridas entre mais de 50 atividades gratuitas voltadas tanto para o público do setor, quanto para a população em geral.

“Todos os expositores deram o melhor de si, desde um solitário artesão, que em um dos corredores trabalhava, incansável, com suas ferramentas produzindo peças variadas de madeira, até a cervejaria artesanal e os alambiques. A variedade e beleza dos estandes, a dedicação e o esmero dos expositores, seja na decoração, seja na qualidade do atendimento ao público, tudo isso pôde ser constatado por quem passou por lá”, comemora o secretário municipal de Agricultura e Interior, Robertson Valladão.

Para o próximo ano, complementa Robertson, a meta é viabilizar participação de maior número de municípios. Também há a possibilidade de abrir mais espaço para exposições temáticas, apresentação de resultados de pesquisas e trabalhos escolares, com temas de interesse da coletividade.

“A Exposul Rural é a força do agro sul-capixaba, é a certeza de que sempre tivemos um agro sul forte e pulsante, e só precisávamos nos encontrar. O Sindicato Rural de Cachoeiro, bem como todos os produtores rurais sul-capixabas, verdadeiros astros desse evento, estão orgulhosos da sua realização, e, mais ainda, muito gratos à prefeitura de Cachoeiro, por ter acreditado nesse modelo de feira do agro proposta pelo setor rural”, comenta o presidente do Sindicato Rural, Wesley Mendes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.