Tássio promove reunião pública para discutir “Pessoas em Situação de Rua” no Bairro Vila Samarco


Por Fabiano Peixoto
Na noite desta segunda-feira (07) os moradores do Bairro Vila Samarco, em Anchieta, discutiram junto as autoridades do município, na sede da Associação, soluções para o drama que tem vivido os moradores e as pessoas em situação de rua. O bairro é um dos mais prejudicados sobre o assunto, visto que hoje o local é preferido desta ocupação que tem incomodado bastante os moradores, visitantes e transeuntes.

A reunião pública é eficaz para mediação, esclarecimentos e construção de ações. “É a primeira vez que a sociedade de Anchieta se reúne para discutir este assunto, e com muito diálogo chegaremos a construção de ações que possam minimizar o quadro atual junto a comunidade”, afirmou o vereador Tássio Brunoro.

O Prefeito Fabrício Petri, em tom moderado, logo defendeu os direitos das pessoas. “Existem Ong’s que defendem o direito dos animais e diante desta ótica temos o dever de entender que o ser humano também tem seus direitos”, afirmou Fabricio.

“Essas pessoas geralmente não são da cidade e que em muitas das vezes vêm de famílias desestruturadas e passam por várias situações como, foragidas, uso de drogas, de álcool, e até porque gosta da rua mesmo. São vários tipos de casos em que cada pessoa tem o seu problema. Nossa Secretaria de Assistência Social já fez várias abordagens, uns deram resultado positivo, mas, em outros o problema ainda persiste. Também entendo a preocupação da comunidade e vamos buscar aqui melhores condições para resolver este impasse”, pontuou o prefeito.

O vereador Tássio defendeu o uso de soluções práticas e de forma humanizada. “Vamos buscar em nossa consciência a forma constrangedora que estas pessoas em situação de rua estão vivendo. Entendo que a comunidade, e nós mesmo enquanto autoridade, temos receio que isto pode se tornar um problema crônico vindo a aumentar a ocupação neste local. Por isso, é muito importante neste momento ouvir a todos e tentar achar soluções práticas e humanas”, declarou.

A Secretária de Ação Social pontuou afirmando que a situação é gritante em todo Brasil, tanto nos estados quanto nos municípios. “Tratar deste assunto é uma tarefa difícil, mas estamos fazendo o acompanhamento constante dessas pessoas e precisamos juntos achar soluções”, confirmou.

O Delegado de Polícia, o Comandante da Cia e o Secretário Municipal de Segurança Pública, foram enfáticos na manifestação dos direitos do cidadão. Fizeram vários exemplos da diminuição das pessoas em situação de rua e criminalidade. Também demostraram a fragilidade das leis em vigor e a importância e imediata revisão. Contudo, se posicionaram favorável a total atenção à comunidade e à disposição da população do município.

Ao final, após ouvirem as partes, inclusive vários incômodos vividos pelos moradores do bairro, um plano de ações foi apresentado para a comunidade com pequeno, médio e longo prazo.

Estiveram presentes, o Presidente da Associação de Moradores Filipe Ferreira; as secretarias de Assistência Social, Cláudia Simões; Saúde, Jaudete Frontino; Segurança Pública, Leonardo Marchezi; Infraestrutura, Leonardo Abrantes; o Gerente da Guarda Municipal, Wander Luiz Pompermayer; os representantes da Polícia Militar, Comandante Major Marsuel Riani; da Policia Civil, Delegado Marcos Nery; o Prefeito Fabrício Petri e o proponente da reunião pública, Vereador Tássio Brunoro.

Confira também!