Feirante foi morto por amigo de infância, na Serra

amizade de infância entre o jovem João Marcos Santos Francisco, 21 anos, e o feirante Deilson Rocha Meira, 23, acabou em morte, em Jardim Carapina, na Serra.

 

A vítima foi morta no último domingo e João Marcos, acusado do crime, preso três dias depois. Uma traição amorosa foi o motivo para o final trágico, segundo a Polícia Civil.

De acordo com informações da polícia, João Marcos e um primo da esposa dele, Lucas Silva Nogueira, 18, foram à casa do feirante em uma moto, no domingo à noite e o retiraram de dentro de casa. João Marcos e Deilson discutiram e passaram a lutar. Moradores do local assistiram à cena, sendo que João Marcos e Lucas espancaram o feirante.

“Ambos premeditados em praticar os crimes, tanto que a arma pertencia ao Lucas e ele a emprestou ao João Marcos. Após a luta corporal e espancamento da vítima, com chutes, socos e um capacete, o Deilson conseguiu fugir em direção a um bar. O local estava fechado, momento em que João Marcos o alcançou e fez um disparo a queima-roupa”, descreveu o delegado Rodrigo Sandi Mori, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa.

O feirante era casado, tinha dois filhos e a esposa está grávida de seis meses. “A vítima não tinha envolvimento com tráfico ou demais crimes, era trabalhador, mas acabou se envolvendo com a mulher errada”, observou o delegado, que deu detalhes sobre a motivação do assassinato. “Mediante o depoimento de testemunhas e levantamentos, descobrimos que Deilson e a esposa do João Marcos estavam tendo um relacionamento amoroso. Já o suspeito, ao ser preso, confessou o assassinato e alegou que o feirante teria abusado da esposa dentro da casa do casal”, explicou o delegado.

 

Fonte: Polícia Civil ES